Morar fora, arrumar a mala + desapego!


A gente nunca tem noção da quantidade de coisas que tem até ter que preparar a mala pra se mudar. Por ser pra outro país não tenho muito espaço garantido. Até então estava tranquila porque no meu caso, que vou viajar com a TAP, são 2 malas de até 32 quilos e uma de mão de até 8 quilos.
Na hora de arrumar, primeiro separei tudo que eu queria levar e depois fui organizando dentro da mala. Quando não estava na metade, acabou o espaço, e ai que a percebi que era hora do desapego. Tudo bem que vou morar longe por um tempo, mas não tenho como levar tudo que tenho, principalmente roupas que ocupam um espaço considerável. 
Tirei tudo de dentro da mala e comecei a repensar sobre cada peça, e se valia a pena ou não levar. Nisso já diminui consideravelmente a quantidade de roupas e de produtos de beleza e peguei aquilo que realmente uso sempre ou quase sempre. Nessas horas a gente deixa pra lá aquela roupa que "quem sabe eu vá usar", e aquele monte de maquiagem que "vou precisar um dia" e que não, não costumo usar com muita frequência. 
Agora com as duas malas fechadas e prontas, fico pensando que sim deveria ter desapegado mais, e quem sabe ter levado um lugarzinho vazio dentro da mala. Mas fico feliz de saber que consegui abrir mão de muita coisa. Foi difícil, porque sou uma pessoa um pouco consumista e bem apegada em tudo que tenho, mas confesso que me sinto melhor por não levar tudo. 
Deixei bolsas, sapatos, maquiagens, produtos de cabelo, entre outras coisas, e tenho certeza que muitas delas nem vão fazer falta. Alguns dessas coisas pedi pra que uma hora o pessoal daqui de casa doasse em algum lugar, por isso acho bacana na hora de separar as roupas já ver aquilo que tá bom pra ser utilizado pra outra pessoa. Achei que foi um bom começo pro desapego!

PS: Escrevi essa primeira parte antes de viajar, mas como não havia postado resolvi continuar aqui mesmo. Cheguei dia 22 de janeiro. A minha dica é não fazer como eu que trouxe as malas cheias, porque tem muita coisa barata por aqui. E roupas de frio acabam sendo essenciais já que é diferente do Brasil e tende a ser beeem mais frio.
Estou amando tudo e já comecei a tirar umas fotos pra mostrar por aqui. Pretendo falar um pouco do mestrado também que imagino ser interesse de mais pessoas que tem o sonho de estudar fora e acham que isso pode ser um bicho de sete cabeças. Fiquei super nervosa antes de chegar, mas depois que a gente percebe que tudo é uma experiência muito agradável, fica mais fácil!

Beijos! 

2 comentários

  1. Conta tudo pra gente sim..rs.
    E todos falam que tudo é muito mais barato fora do Brasil, compensa mais levar pouca coisa e comprar o resto fora !!
    Beijos.
    http://blog.maricomio.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oi, Marina!

    Eu sempre tenho dificuldade em fazer as malas, seja para uma viagem de final de semana... Sempre quero levar o mundo! Hehehe Acho que é questão de treino, né...

    Abraços, Cris

    ResponderExcluir

Muito obrigada pela sua visita. A sua opinião é sempre muito bem vinda. Espero que tenha gostado do blog e que volte mais vezes! Responderei todas as mensagens, seja aqui ou no seu blog! Beijo